SINDSEMS se reúne com Prefeito Veveu Arruda para discutir reajuste salarial dos servidores municipais

A Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sobral – SINDSEMS se reuniu nesta sexta-feira, dia 8 de abril com o Prefeito Veveu Arruda para tratar sobre a Campanha Salarial 2016 dos servidores municipais.

O Presidente do SINDSEMS, Gilvan Azevedo iniciou a reunião fazendo um resumo do pedido de reajuste para as categorias, enfatizando que já estamos no mês de abril e precisamos dar uma resposta concreta aos nossos servidores.

Temos o piso salarial dos professores e também dos agentes de endemias e agentes de saúde que precisa ser pago, pagar o salário mínimo atual aos servidores que recebem o mínimo mais o abono e reajustar o salário dos servidores que recebem acima do mínimo todos com retroativo a janeiro.

O Prefeito Veveu Arruda se mostrou preocupado com o cenário nacional em relação à queda do repasse do FPM para os municípios, que precisa ter responsabilidades e poder cumprir com a folha de pagamento do salário dos servidores até terminar o seu mandato.

Então finalizou que irá mandar a Lei para a Câmara Municipal, o Piso Salarial dos professores de 11,36% (PISO NACIONAL), o Piso Salarial dos Agentes de Endemias e Agentes Comunitários de Saúde e o pagamento do salário mínimo para os servidores que ganham o mínimo nacional e que as outras categorias que recebem acima do salário mínimo vão ser conversadas na próxima semana.

O vice-presidente do sindicato Tadeu Arruda falou sobre a gratificação insalubridade dos Agentes de Endemias que em reunião com a Secretária de Saúde Dra Mônica, a mesma disse que tinha um laudo técnico atual de 20% sobre a gratificação de insalubridade e que eles recebiam 40%, então, essa gratificação seria reduzida de 40% para 20%.

Tadeu Arruda fez uma explicação ao Prefeito Veveu sobre os riscos de acidentes que estão expostos os agentes na realização de suas atividades diárias e que esta redução para 20% poderia diminuir algumas ações realizadas em campo e que não realizadas poderão comprometer a saúde da população, o Prefeito Veveu se sensibilizou e pediu que aguardasse até o fim da próxima semana, sentaria outra vez com a Diretoria e que poderá adicionar uma emenda na Lei, Gilvan Azevedo finalizou disse que se for preciso o sindicato irá mandar fazer outro laudo técnico.

 

ASCOM –SINDSEMS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *