Sindsems e Sindiguardas realizam Assembleia Geral para reivindicar os direitos da categoria

Em assembleia unificada dos Guardas Municipais e Agentes de Trânsito de Sobral realizada na última sexta (25) pelas entidades sindicais Sindsems e Sindiguardas, os servidores definiram a campanha salarial, implantação da média salarial do Nordeste e promoções na carreira, como principais instrumentos prioritários de valorização profissional.
Foi definido entre os agentes a formação de uma comissão de base para sensibilizar a gestão municipal para que se possa abrir negociação entre ambas as partes, assim avançando na proposta de implantação da média salarial do nordeste e promoções na carreira. Outro ponto definido, será a busca de apoio junto a mesa diretora da Câmara Municipal de Sobral, Cúria Diocesana, Reitoria das Universidades de Sobral, além do trabalho da imprensa local.
De acordo com a representações sindicais da classe, houve um compromisso do prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), ainda na última eleição municipal, com a valorização, treinamento e ampliação da categoria, e consequentemente, várias outras providências, principalmente a equiparação salarial com o nível da média do Nordeste.
Para que a concretização da proposta seja realizada, um estudo foi realizado apontando o patamar médio de 42% (quarenta e dois percentuais), alcançando assim, o vencimento base inicial de 1.291,96 (um mil e duzentos e noventa e um reais e noventa e seis centavos), o que equivale à média salarial do nordeste. Logo que entrar em vigor, será recuperada a média histórica da remuneração dos Guardas Municipais de Sobral, considerando a sua criação em 1997, em que a soma era de dois e meio salários mínimos.
Afinal, o prefeito Ivo Gomes foi escolhido com base nas suas propostas apresentadas em sua campanha, portanto, é de se esperar que as mesmas sejam cumpridas apesar da crise financeira que tem atingido duramente todo o país.
A assembleia geral contou com a presença do presidente do Sindsems, Gilvan Azevedo, o vice-presidente, Gilcelio Paiva, os diretores Erivelton Sousa, Célio Brito e Oclécio Marçal, o representante da Sindiguardas, Jamal Forte, e de vários guardas municipais e agentes de trânsito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *