NOTA DE REPÚDIO

O SINDSEMS, representado pelo seu presidente, Gilvan Azevedo vem, por meio desta nota falar sobre as injúrias e agressões verbais sofridas pelos professores, estudantes, universidades e escolas, por conta das opressões que os profissionais do Magistério vêm passando nas mãos do governo Bolsonaro.
No últimos dias, o ministro da Educação, Abraham Weintraub atacou a educação com inverdades. Agora, a ministra da Mulher, Damares Alves promoveu uma série de denúncias contra o Magistério, na tentativa de insultar a educação do país.
Por conta disso, o SINDSEMS vem a público condenar todos estes absurdos e conspirações emitidas por este governo.
De maneira alguma será aceito esse comportamento abusivo na tentativa de incriminar o desempenho da educação pública, pedimos respeito.

Gilvan Azevedo
Presidente do Sindsems

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *